0800 290 04 59

EPR Sul de Minas inicia fase de testes operacionais do primeiro sistema de pedágio sem cancela de Minas Gerais – o Free Flow

Assessoria de Imprensa
EPR Sul de Minas

Luiza Gabrielle Brunhara

imprensa@eprsuldeminas.com.br

(35) 9 9810-8956

Projeto pioneiro em Minas Gerais está em implantação no km 12,7 da MG-459, em Monte Sião

Pouso Alegre, março de 2024 – A EPR Sul de Minas, responsável por administrar oito rodovias no sul do estado, iniciou a fase de teste operacionais do novo sistema de pedágio automático e sem cancela, free flow. O pórtico começou a ser implantado em fevereiro no km 12,7, na MG-459, em Monte Sião/ MG.

O pedágio sem cancela – free flow é um projeto pioneiro em Minas Gerais que permite o fluxo contínuo de veículos com mais segurança e agilidade, sem a necessidade de paradas durante o trajeto. “A fase de teste é fundamental para calibrar o sistema e conferir a comunicação dos novos equipamentos. Estamos trazendo novas tecnologias e inovação com o objetivo de promover a mobilidade de modo sustentável na região onde atuamos”, explica a diretora executiva, Érica Kawatake.

Como irá funcionar o sistema?

A estrutura do sistema free flow de pedágio e sem cancela é um pórtico que recebe a instalação de câmeras e sensores que fazem a leitura da placa ou etiqueta eletrônica (tag) dos veículos. Os sensores localizados nas estruturas do pórtico do free flow são capazes de identificar a altura, largura e comprimento, além da quantidade de eixos rodantes e suspensos e funcionam até mesmo em situações de baixa visibilidade e acostamento. “O motorista não precisará parar ou reduzir a velocidade para passar pelo pórtico. Ele poderá seguir pela via em velocidade constante, sem a necessidade de pausas. Mas vale ressaltar que independentemente do trajeto, respeitar o limite de velocidade indicado na sinalização de trânsito existente na rodovia é crucial para evitar acidentes”, acrescenta a diretora.

Como será a cobrança o pedágio sem cancela – o freeflow

Para facilitar o pagamento da tarifa do pedágio, a recomendação é que os veículos estejam com a etiqueta eletrônica de cobrança (tag) previamente instalada no para-brisa, para que o valor seja faturado automaticamente. Empresas como Sem Parar, ConectCar, Veloe, Move Mais e Taggy, assim como instituições as financeiras – os bancos, disponibilizam este serviço por meio dos seus sites e aplicativos.

Além de trazer mais comodidade na forma de pagamento para os usuários, as tags ou etiquetas eletrônicas ainda geram descontos expressivos na tarifa para os condutores de veículos leves. Quem fizer esta opção, pode ter redução de até 72% no valor. O DUF (Desconto de Usuário Frequente) é disponibilizado pela EPR Sul de Minas e funciona da seguinte forma: a partir da segunda passagem pelo mesmo sentido, dentro do mesmo mês, já iniciam descontos progressivos que vai até a 30ª passagem. A partir da 30ª passagem, dentro do mesmo mês, o valor da tarifa cobrada permanece com o desconto máximo.

Já o condutor que não tiver a tag terá outras alternativas para fazer o pagamento do valor do pedágio em até 15 dias depois da passagem pelo pórtico. No formato digital, será possível efetuar o pagamento por meio do site da EPR Sul de Minas www.eprsuldeminas.com.br/freeflow.

No modo presencial, o motorista poderá realizar o pagamento no totem EPR localizado na Base de Serviço Operacional (BSO) da concessionária localizada no km 53 da MG-290, em Ouro Fino, totem EPR localizado no Posto Canelão – km 78,5 da MG-290 e em Ouro Fino e totem EPR localizado no Posto Petro Center – no km 19,8 da MG-459, em Monte Sião. em qualquer uma das demais sete praças de pedágio EPR

Caso o débito da passagem não seja quitado em até 15 dias após a passagem pelo free flow, o ato será caracterizado como evasão de pedágio e o proprietário do veículo receberá multa, que acarreta no pagamento de R$ 195,23 ao Governo do Estado, além de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A operação do pórtico com aplicação da tarifa de pedágio está prevista para iniciar em abril e os usuários serão previamente informados. Até lá, a EPR Sul de Minas segue realizando campanhas informativas junto à população, esclarecendo as dúvidas sobre o novo sistema free flow, seus benefícios e as formas de pagamento que estarão disponíveis.

Sobre a EPR Sul de Minas – A EPR Sul de Minas administra os trechos das rodovias BR-459/MG173/MG 290/ MG-459/MG-295/ MG-455/ CMG – 146 e LMG – 877. São 434,3 quilômetros de extensão, entre as cidades de Itajubá, Pouso Alegre, Poços de Caldas, Jacutinga, Monte Sião, Bueno Brandão, Gonçalves, Andradas, entre outras. Durante os 30 anos de concessão, serão investidos mais de R$ 2,3 bilhões em obras. As principais melhorias previstas no contrato são construção de 335,45 quilômetros de acostamento e a implantação de 39,15 quilômetros de faixas adicionais, além de um contorno viário. As obras de melhorias da rodovia ainda contemplam construção de travessias de pedestres e paradas de ônibus, melhorias nos acessos e implantação de retornos e intersecções. Informações: 0800 290 0459. Acesse www.eprsuldeminas.com.br

Pular para o conteúdo